LogoMakr_2Ocs9Q.png

A Crescente Visibilidade de Produções Nacionais

 

Aventura e Animação são dois dos gêneros favoritos que levam o público brasileiro ao cinema. Essa informação foi divulgada pela Agência Nacional do Cinema no dia 12 de novembro de 2018. Em pesquisas realizadas pela Ancine entre 2009 e 2017, período em que as produções brasileiras começaram a ganhar força, os gêneros mais solicitados pelo público são: comédia, ação e drama.

 

Em primeiro lugar no Brasil o longa-metragem de maior sucesso, foi escrito por Vivian de Oliveira e dirigido por Alexandre Avancini, “Os Dez Mandamentos”. O filme logo de início teve estreia em 1.100 salas e mais de 3,2 milhões de ingressos comprados nos primeiros 27 dias de pré-venda. Hoje, a obra é conhecida e classificada como a maior estreia brasileira nos cinemas.

 

O elenco principal do filme conta com nomes como: Guilherme Winter, Sérgio Marone, Giselle Itié, Samara Felippo, Sidney Sampaio, entre outros. Com grandes efeitos e uma história emocionante a produção da grande emissora nacional Record, conta uma das passagens bíblicas mais famosa: A Saga de Moisés, em uma adaptação dos livros bíblicos, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

 

Para conseguir acompanhar a grande demanda do cinema brasileiro e todas as mudanças do mundo cinematográfico, as produtoras precisam buscar por parceiros. Um exemplo claro dessa crescente e gosto do público é que, em tv por assinatura, hoje é necessário exibir ao menos três horas e meia diárias de produções nacionais, entre elas, as de maiores sucessos são: animação e comédia.

 

Laís de Oliveira Martins, 18, revela gostar de produções nacionais e relata uma visão de oportunidades para artistas brasileiros: " comédias, são muito boas, pelo menos para mim e pode dar oportunidade para muito artista que merece mais reconhecimento"

 

Empreender nas áreas relacionadas as produções brasileiras pode ser a grande sacada para os próximos anos, tanto que as plataformas de filmes e series online estão apostando na disponibilidade das produções brasileiras. Além de toda a crescente nesse ramo, podemos contar com a apreciação de belezas naturais e conhecer através de curtas e longa-metragem um pouco das diversas culturas de cada estado.

 

 

Outro exemplo claro disso é a produção nacional “Juacas”, série juvenil brasileira produzida pelo Disney Channel Brasil em parceria com a Disney Channel América Latina, Cinefilm e Chatrone.

 

A segunda produção nacional brasileira da emissora, em uma história que mescla entre comédia, ação e romance, conquistou o coração do público teen. Protagonizada por André Lamoglia, Bruno Astuti e Marino Cangucú, a série tem como foco principal o surf e teve sua produção realizada nas praias de Itacaré no estado da Bahia.

 

 

Em contexto a história reforça valores como trabalho em equipe e hábitos saudáveis como a pratica ao esporte de uma forma descontraída e simples. Com muita aventurada, a história exibe as belezas naturais do nosso país.

Bruno Astuti, 22, protagonista da série Juacas diz “Acho que o maior recado foi o incentivo ao esporte !!”

A série hoje está disponível no maior provedor global de filmes, Netflix.

 

Bruno, conclui dizendo “Agora no Netflix tem mt gente conhecendo. Toda semana recebo recado de pessoas que conheceram só hoje o Juacas”. O protagonista ainda conta, que o resultado da série foi muito positivo, mesmo sendo em um canal fechado a audiência foi satisfatória e todos que assistiram gostaram e entenderam a mensagem que os episódios transpassavam.

 

Podemos concluir, que hoje, além de ter conquistado espaço no cinema mundial, as produções nacionais vêm chamando a atenção e ganhando com muito carinho o coração tanto dos brasileiros, quanto quem está fora do país, sendo referência por todo o mundo.

 

 

Os atrativos de São José do Rio Preto (SP): Pontos turísticos e o que visitar

 

 

A cidade situada no noroeste de São Paulo é uma das principais do interior paulista. Com quase 500 mil habitantes, já ocupou importantes colocações em rankings. Já foi considerado o segundo município mais desenvolvido do Brasil, pelo Firjan, tendo reconhecimento nos setores de comércio, educação e saúde.

 

Mas quais serão os atrativos que a cidade oferece? A seguir, uma lista de lugares que o Por Ventura separou para moradores e visitantes da cidade.

 

Represa Municipal

 

O Parque Municipal da Represa é, sem dúvidas, o maior cartão postal da cidade. A represa abastece cerca de 30 a 40% das casas dos moradores. Lá, além de uma extensa área verde, você encontra pistas de corrida, caminhada e ciclismo. Uma ponte te leva de um extremo ao outro da represa. Na mesma, situa-se o “Jardim Japonês”. São muitas opções de quiosques, com opções de petiscos, água de coco, caldo de cana, etc. Se não estiver satisfeito, ao redor, você encontra uma variedade de restaurantes, barzinhos e lanchonetes. 

 

Outro ponto turístico se localiza nos arredores da represa, o Complexo Swift. Antiga fábrica de extração de óleos, a partir de grãos como algodão e amendoim, hoje em dia abriga o Teatro Paulo Moura e serve de espaço para recepção de eventos culturais da cidade, como o FIT (Festival Internacional de Teatro). Em 2007, o prédio foi eleito como uma das sete maravilhas de Rio Preto.

 

Parque Ecológico e Cidade das Crianças

 

Aqui estão duas opções para levar a criançada no final de semana. O Parque Ecológico, construído em uma área verde de 71, 1 mil m2, oferece uma grande estrutura com brinquedos divididos em cinco espaços para os pequenos se divertirem, lanchonetes, áreas de caminhada, além de 400 espécies de árvore.

 

Já, a Cidade das Crianças passou por uma recente reforma, ganhando novas atrações. São 50 mil m2, com cerca de 120 brinquedos. Além de restaurar 85 brinquedos, outros novos foram implantados, entre eles, conjunto de torres, passarelas, túneis, escorregadores e três tirolesas. Outra novidade é o Espaço Baby, com brinquedos adequados a crianças de até 3 anos, além da principal novidade, que pode aproveitada pelas crianças e adultos que os acompanham, a Praça das Águas, com fontes de água que jorram do chão, refrescando o público.

 

Zoológico Municipal

 

Com quase 500 animais, em mais de 130 espécies diferentes, onde você encontra uma mata nativa. O museu de taxidermia do Zoológico, para poder ver um pouco da fauna brasileira, também integra o espaço. Além disso, o zoológico também conta com um pequeno parque na entrada com opções de brinquedos paras as crianças se divertirem. Na área externa tem algumas opções de guloseimas. A atração cultural pode ser visitada gratuitamente, de terças a domingo.

 

Calçadão 

 

O destino de compras da cidade, com variedade diversificada de produtos. Dezenas de lojas de roupas, calçados, acessórios e maquiagens, utensílios domésticos etc. No centro, você também encontra algumas praças da cidade, como a Praça Rui Barbosa, que se localiza em frente a um dos shoppings tradicionais de Rio Preto, o Praça Shopping. No final de ano, o espaço passa a funcionar também durante a noite, com inúmeras barraquinhas de produtos, além de receber atrações culturais natalinas, como a Cantata de Natal.

 

Também no centro, ou na cidade, como os riopretenses chamam, está o Mercado Municipal, ou Mercadão. Famoso pelos seus pasteis, o centro é especializado na comercialização de frutas, verduras, cereais, carnes, temperos e outros produtos. Em 2004, foi tombado como patrimônio histórico pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico (Comdephact).

 

Shopping Centers

 

Importante polo de negócios, Rio Preto tem, pelo menos, 5 importantes shoppings: Praça Shopping, Rio Preto Shopping Center, Plaza Avenida Shopping, Iguatemi Shopping e Shopping Cidade Norte. Todos situados em regiões estratégicas do município.

 

O shopping que leva o nome da cidade, Rio Preto Shopping, é o mais antigo, com mais de 30 anos. Tem 50 mil m2, com quase 300 lojas. Sua área de influência engloba 250 municípios. Em 2007, com a chegada do Plaza Avenida Shopping, Rio Preto aumentou seu leque de concorrência em relação a centros comerciais. 

 

Em 2012, a região norte da cidade ganhou uma atenção maior com a inauguração de um espaço de lazer e compras próprio, o Cidade Norte. Já no lançamento oferecia mais de 100 opções de lojas e conta ainda, com pontos de prestação de serviços, como o Ganha Tempo, Detran, um centro universitário, entre outros.

 

Um pouco mais recentemente, há cinco anos, o Shopping Iguatemi, importante rede de shopping em metrópoles como São Paulo, chegou para comprovar a potência de negócios da cidade, com uma cartela de marcas e grifes, como Jorge Bischoff, Farm, Carmen Steffens, Le Lis Blanc, Schutz, inclusive internacionais, como Intimissimi, Zara, Maybelline, Swarovski e muitas outras.

 

Os cinco shoppings contam com uma boa infraestrutura de praça de alimentação, vagas de estacionamento, e todos eles possuem salas de cinema.

 

Esses são alguns dos locais mais conhecidos da cidade e que valem visitação. Se vocês quiserem dicas para onde sair à noite, comer, beber etc, comentem, que nós do “Por Ventura” nos encarregamos de ir atrás de locais. Fiquem ligados para mais posts de nossa Rio Preto.

 

 

4 tradições indipensáveis do Natal

 

 

O Natal, talvez, seja a data que mais esperamos pelo ano todo. Nos remete a união, celebração, e, claro, muitas tradições.

 

Comemorado pelos cristãos, é uma celebração ao nascimento de Jesus Cristo. Porém, a origem das festanças está atribuída a uma época mais remota, a.C. Tudo começou com uma celebração ao Solstício do Inverno,  que acontece no final de dezembro, e trata-se da noite mais longa no hemisfério norte. Dessa madrugada em diante, o sol dura mais tempo no céu. Ou seja, na realidade, era uma celebração ao “renascimento do sol”. Em Roma, esse culto era denominado de Festival do Sol Invicto.

 

A partir do século 4, quando o Cristianismo virou religião oficial do Império Romano, o homenageado, que, antes era Mitra, deus da luz, passou a ser Jesus. Ao longo da Idade Média, enquanto o cristianismo espalhava-se pela Europa com os missionários, costumes de outros povos foram entrando para a tradição natalina.Resultado de imagem para natal em nova york

 

Conheça a origem de algumas tradições:

 

Papai Noel

 

O bom velhinho seria, na verdade, o bispo Nicolau, um homem rico, de bom coração, nascido na Turquia, que ajudava os mais pobres deixando saquinhos de moedas de ouro próximas das chaminés e distribuía presentes às crianças carentes. Ele foi transformado em santo pela Igreja Católica, São Nicolau. Sua associação ao Natal aconteceu na Alemanha e espalhou-se pelo mundo.

 

Ceia de Natal

 

Desde a antiguidade, os europeus tinham costume de deixarem as portas abertas à viajantes, que, acomodavam-se a mesa para compartilharem o jantar e seguirem viagem na manhã seguinte. Esse costume tornou-se a ceia de Natal, um jantar que reúne amigos e familiares. Já, o consumo de peru na data, seria uma tradição importada dos Estados Unidos, que, desde 1621, em Massachusetts, consome a carne no Dia de Ação de Graças. Foi levada à Europa no século XVI, tornando-se símbolo de alimento das grandes ocasiões.

 

Árvore de Natal

 

Um dos enfeites mais simbólicos do Natal e protagonista da decoração natalina teria origem na Idade Média, em 1530. Os primeiro pinheiros enfeitados seriam da Alemanha, uma tradição que começou com Martinho Lutero, relacionada ao Protestantismo. Ele enfeitou os galhos das árvores com estrelas, para representar uma cena que teria visto num bosque com diversos pinheiros e de céu estrelado. Seria, também, uma forma de simbolizar a sua visão da estrela que guiou os três magos até Jesus.

 

Presépios

 

O presépio seria uma invenção de São Francisco de Assis, que, durante uma missa de Natal, recriou o cenário do nascimento de Jesus, uma manjedoura com atores e animais de verdade. Isso ganhou admiração dos fiéis, e, logo, artistas e famílias começaram a recriar, de forma artesanal, seus próprios presépios para enfeitar as casas.

 

 

F